sábado, 30 de janeiro de 2016

NUNCA É TARDE.






Essa semana, enquanto lia a passagem bíblica da ressurreição da filha de Jairo (Marcos 5.21-43), alguns detalhes me chamaram a atenção. Vemos que Jesus foi interrompido em seu caminho por uma mulher que sofria de hemorragia há doze anos (v.25), e pouco depois, Jesus ressuscita uma menina que tinha apenas doze anos (v.42).
A mulher estava sofrendo, passou por diversos médicos, mas só piorava a sua doença, e assim foi por um longo tempo. A menina, possivelmente cresceu durante sua infância sem muitos problemas, mas, dado momento ela também ficou doente. Ao cabo de doze anos, ambas estavam completamente sem esperança. Uma já tinha tentado de tudo, a outra morreu.
Porém, o que elas não imaginavam, é que mesmo quando tudo parecia perdido, elas iriam se encontrar com o Salvador. Jesus, em alguns segundos, deu fim a doze anos de sofrimento. Somente depois de doze anos, tanto a mulher quanto a menina, iriam experimentar uma nova vida.
As vezes, assim como a mulher hemorrágica, nós sofremos por um longo período de tempo, e a situação só parece piorar. Ou então, estamos como a filha de Jairo, atacadas por um grande problema quando menos se esperava. Seja lá qual for a sua situação hoje, saiba, que somente em Cristo você encontrará o fim do seu sofrimento e o descanso para a alma. O tempo que você está sofrendo não fará diferença para o nosso Salvador.


Ev. Pedro Moreira Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário