domingo, 17 de abril de 2016

Ordem e provisão

Todos sabemos que Deus tem palavra de ordem. A palavra que sai da sua boca não volta vazia. Deus também nos dá ordem para que ordenemos muitas coisas. Somos imagem e semelhança dele. Entretanto, diferente dele, não somos capazes de, por nós mesmos, executarmos aquilo que ele nos ordena. Precisamos ter diante de nós, ou em nós, instrumentos que conduzem à realização da ordem recebida. É aí que percebemos a singular personalidade de Deus. Ele provê os meios necessários para que sua ordem seja cumprida. Deus jamais pediu alguma coisa ao homem sem que provesse capacitação e meios para que esse realizasse a Sua vontade


Deus sabe o que lhe compete fazer em cada ordem que ele nos dá. A Bíblia está repleta de exemplos que nos conduzem à percepção desse maravilhosa realidade. Vejamos alguns bem conhecidos.

1) O mobiliário da tenda da congregação – Deus descreveu cada detalhe a Moisés. Mas, onde conseguir pessoas capazes de realizar tão santa e magnífica obra? Deus, então, encheu Bezalel e Aoliabe com o Espírito de sabedoria a fim de darem conta da tarefa (Êx 31.2-6; 35.30-36.41).
2) A arca de Noé – de igual modo Deus descreveu cada detalhe da arca antes de ordenar a Noé que a construisse. Assim fez Noé, consoante a tudo o que Deus lhe ordenara (Gn 6.11-22). Deus não permitiu que nada faltasse paraque sua ordem fosse cumprida.
A ordem de Jesus aos seus discípulos para lançar as redes – nada haviam pescado durante toda a noite, porém Jesus ordenou aos peixes do mar para que se dirigisse ao local ondem seriam lançados as rededes. A pesca, então se realizou e os discípulos de Jesus firam maravilhados (Lc 5.1-11).

Nunca vamos nos ver desprovido de instrumentos para realizamos a bora de Deus. Deus é o primeiro a se lembrar de suas ordemns a nós. Então vai sempre à nossa frente para cumprir cada aspecto que lhe cabe na ordem determinada (1Cr 16.15). Confie sempre no Senhor!

Pr. Everaldo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário